O Dia das Crianças está chegando, por isso, o Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG) orienta sobre os cuidados que devem ser observados no momento da compra dos presentes.

Conforme explica o diretor de Metrologia e Qualidade do Ipem-MG, Luiz Marcelo Scalioni, todo brinquedo só pode ser comercializado se apresentar o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). “Os responsáveis também devem conferir se a indicação da faixa etária corresponde à idade da criança a ser presenteada”, destaca.

Redobre a atenção para que as crianças menores não tenham acesso aos brinquedos dos mais velhos. Foto: Divulgação / Freepick

Em relação ao vestuário infantil, em especial para crianças de 0 a 7 anos, é fundamental verificar se as peças não oferecem riscos, já que podem conter botões, cordões, zíper, bordados e pedrinhas, como lantejoulas, que possam machucar ou serem engolidas pelos pequenos, caso se soltem.

Por este motivo, o diretor recomenda que o consumidor só adquira brinquedos e vestuário no mercado formal, mediante a emissão da nota ou cupom fiscal, que é a garantia no caso de reclamação do produto na loja, fabricante ou órgãos de defesa do consumidor.

Confira abaixo outras dicas que preparamos!

  • Fique atento aos brinquedos da moda (pop it, slime etc), pois eles também devem ostentar o selo do Inmetro.
  •  Selecione o brinquedo considerando a idade, o interesse e o nível de habilidade da criança.
  • Redobre a atenção para que as crianças menores, em especial aqueles até 3 anos, não tenham acesso aos brinquedos dos mais velhos.
  • Retire a embalagem e sacos plásticos do brinquedo antes de entregá-lo à criança.
  • Leia com atenção as instruções de uso dos brinquedos e repasse as crianças.
  • Verifique na etiqueta das roupas o tipo de tecido utilizado, e se a crianças a ser presenteada não é alérgica.
Enviar para impressão