Nessa terça-feira (13/11), profissionais de diversos estabelecimentos varejistas da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) puderam esclarecer suas dúvidas sobre a correta comercialização dos produtos pré-medidos, aqueles embalados e pesados sem a presença do consumidor. A capacitação foi ministrada pelo Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG), na sede do Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios (Sincovaga), em Belo Horizonte.

O objetivo do treinamento é ensinar a maneira correta de comercialização dos produtos pré-medidos. Foto: Divulgação / Sincovaga

Segundo a gerente para produtos pré-medidos do Ipem-MG, Ângela Araújo, que ministrou a capacitação, o Ipem-MG tem uma preocupação muito grande em fiscalizar os produtos, para certificar que o consumidor não seja lesado, mas também de instruir fabricantes e comerciantes sobre a maneira correta de vender aquele item.

“Os principais pontos que os comerciantes devem se atentar é se foi descontado o peso da embalagem do produto na pesagem total, colocar a indicação quantitativa do preço por quilo e do peso líquido daquele produto e se o peso daquele produto não está incorreto”, explicou.

Atualmente os pré-medidos representam cerca de 85% de tudo que a sociedade consome. Segundo Araújo, os fiscais do Ipem-MG visitam os estabelecimentos e realizam in loco a verificação da quantidade expressa na embalagem. Entretanto, caso a amostra apresente não conformidades, um lote é coletado e encaminhado ao laboratório do Instituto para uma verificação mais minuciosa.

Todo o processo de fiscalização realizado no laboratório do Ipem-MG pode ser acompanhado pelos representantes das marcas avaliadas. Caso a sociedade encontre ou suspeite de irregularidades em algum tipo de produto pode relatar o ocorrido à Ouvidoria do Ipem-MG, por meio do fale conosco, pelo endereço eletrônico ouvidoria@ipem.mg.gov.br ou no telefone 08000 335 335.